5.11.2006

Sentado na primeira fila do teatro

Observas as minhas lágrimas em palco.

17 Comments:

At quinta-feira, 11 maio, 2006, Blogger Mak, o Mau said...

Eu ao nível de teatro só sou bom a construir cenários...

 
At quinta-feira, 11 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Ehehehe...
Beijo grande, Mak.

 
At quinta-feira, 11 maio, 2006, Anonymous Hugo said...

Queria só pedir para lerem o António Lobo Antunes hoje na Visão (publicidade ehehhe).

Gostei do que escreveste (tu Sofia) :)

beijinho,
Hugo

ps.
pode dar uma saltadinha ao "ai5"?

 
At quinta-feira, 11 maio, 2006, Blogger ricardo said...

não faças esse ctrl+alt+del... muito bom mesmo ;)

 
At sexta-feira, 12 maio, 2006, Blogger joaopedromira said...

alguém me pode dizer como vou daqui para o chiado?

 
At sábado, 13 maio, 2006, Anonymous Anónimo said...

(...) lágrimas em palco, enquanto me escondo atrás do pano. Tenho vergonha, medo, estou insegura. A coisa está preta... (o blog)

ps: so nakela. Hoje é dia de BTT downtown em Alfama o dia todo. Vai ser um deleite.

 
At sábado, 13 maio, 2006, Anonymous Hugo said...

...esperando que a fase negra não seja mais do que estética...

beijinho,
Hugo

 
At domingo, 14 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Hugo, estou a tentar mexer no template, mas eu sou copy, não percebo nada de layouts. ;)
:)
A fase negra é só estética.

Johny, se saires na Baixa Chiado, estás no Chiado ;)
Beijos.
:)

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Obrigada, Ricardo. Já tenho os links para os vossos blogs, novamente. :)
Beijinhos.

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Anonymous Johnny said...

hum... nesse caso, alguem devia passar de espectador a actor.

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Amar é uma arte.
Ui, mais um cliche ;) R. :P

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Anonymous metamorfose said...

eu nao me dava ao trabalho de me sentar na primeira fila do teatro para ver as tuas lagrimas...entrava sem pagar bilhete e sentava me na fila de trás, para poder sair quando quisesse, e para nao te ver tao bem a chorar

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Olhos que nao veem, coracao que nao sente?
Nao devia ser assim.
Mas gostei do que escreveste, metamorfose.

Penso que sei quem és. ;)
Metamorfose indiciou-te como suspeito.
Mas daí, também posso estar totalmente enganada, ehehe...
De qualquer modo, gostei do comentário, independentemente do resto.

Muitos beijos.

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Anonymous metamorfose said...

quem disse que olhos nao veem coraçao n sente ?
a questao é que, sentindo as tuas lagrimas, talvez mais valesse nao as ver, nao é ?
obrigado, ainda bem que gostaste; tb gostei muito do blog :)
qual resto?tem a haver c o meu nome?

 
At segunda-feira, 15 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Uma coisa é poupar as minhas lágrimas, outra bem diferente é não as ver. Daí o que te disse.

E independentemente de seres ou não quem eu pensava que eras, gostei do que escreveste. Só isso. :)

Beijos, meta.

 
At terça-feira, 16 maio, 2006, Anonymous metamorfose said...

pelo que percebi preferes que as tuas lágrimas sejam vistas, já que foram derramadas.
e que vantagem isso trás, se continuas a chorar ?ou esperas provocar algum sentimento a quem te vir chorar:)?
beij i n h o s

 
At terça-feira, 16 maio, 2006, Blogger Zofia said...

Mas quem é que chorou?
Isto são poemas. :)

Chorar alivia. Para mim, não traz outra vantagem que não essa, nem é útil usado para outro fim :P
A não ser que precises de tomar banho, estejas longe do mar e no prédio haja falta de água. ;)
Beijinhos, meta.

 

Enviar um comentário

<< Home