3.27.2006

Hoje acordei com saudades de Salvador



E por isso, convenientemente e a pedido de mais de metade das famílias de Portugal, vou falar um pouco de mim e da cidade que me viu chorar pela primeira vez, quando nasci. Dei cabo dos ouvidos dos médicos no dia 22 de Novembro do belíssimo ano de 1981, na Maternidade de Iperba, no distrito de Brotas e vivi dois anos na Pituba, que é um bairro residencial que garante grande independência porque tem tudo, inclusive o maior centro comercial de Salvador, o Iguatemi. Salvador é a capital do Estado da Bahia. É a terceira cidade mais populosa do Brasil, depois de São Paulo e do Rio de Janeiro, e é o quinto centro urbano do pais. Entre os pontos turísticos mais conhecidos, estes são os que aconselho a gritar que visitem: o Mercado Modelo, o Elevador Lacerda, o Pelourinho, a Igreja do Senhor do Bonfim, o Farol da Barra, o Parque das Dunas onde podemos tomar banho na Lagoa do Abaeté, a Ponta de Humaitá, o Farol de Itapua, o Alto da Ondina, a Marinha da Penha, o sorvete da Ribeira, e todos os outros lugares como Vilas do Atlântico, um bairro de Lauro de Freitas, perto de Salvador, encostado à mais linda praia do litoral norte de Salvador, a Praia de Vilas.
E quem é que não liga Carnaval a Salvador? Além da tradicional festa na rua, é comum o uso de trios eléctricos, gigantescos carros de com que varrem as ruas da cidade durante vários dias com os mais conhecidos artistas brasileiros como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Ivete Sangalo, Daniela Mercuri, Chiclete com Banana, Olodum e muitos mais. A música que surgiu destas festas chama-se Axé e é campeão de popularidade no Brasil. A palavra Axé está ligada a energia, poder, força da natureza e poder de realização através de forças sobrenaturais. Por isso tenham muito cuidado comigo, porque eu sou de Salvador. A música Axé foi criada nos anos 80, muitos críticos de música apontam para o ano de 81 e alguns fazem mesmo a ligação entre o meu nascimento e o nascimento do Axé. Deste movimento musical surgiram vários ritmos e entre os mais conhecidos está o Samba Reggae que vem dos grupos afro-brasileiros Olodum, Muzenza e Araketu. Tem origem no candomblé, uma religião também afro-brasileira mas sobre a influência do Frevo, o Rock, do Reggae e de ritmos latinos como a Salsa, o Merengue e o Bolero. Os rituais e as festas do Candomblé são parte integrante da cultura e uma parte do folclore brasileiro. O Carnaval da Bahia é o maior do mundo e Salvador é cantada em prova e em verso por muitos cantores brasileiros e estrangeiros. Porque será? Como diz o Caetano, numa música, atrás do trio eléctrico só não vai quem já morreu.

4 Comments:

At sexta-feira, 05 maio, 2006, Anonymous Hugo Viana B said...

Daniela Mercuri, Caetano...... BAHIA!!

 
At terça-feira, 13 junho, 2006, Anonymous Matheus said...

Sempre Bem vinda a Villas e à Bahia!
E como dizem, o Baiano não nasce... estréia! :)
Beijo

 
At sexta-feira, 14 julho, 2006, Blogger O Pâncreas said...

Se não tivesse lido esta tua apresentação, teria cuidado contigo na mesma, pois por tudo o que já li aqui, faz-me sentir uma poderosa essência natural e um espirito clarificado
Beijos
R.

 
At terça-feira, 18 julho, 2006, Anonymous Anónimo said...

E o Morro? Sim, porque Salvador e Morro estão relacionados. Tem que estar.
Faltou referir a praia de BuscaVida. Tem vista para a praia de Villas mas é mais selvagem.
E porque não deixar aqui a recomendação de ir a uma festa numa borracharia?
Tudo é bom em Salvador. Recomenda-se.

xx, J

 

Enviar um comentário

<< Home