1.28.2006

O rapaz que não tinha nome

Era o gordo da escola, depois foi o gordo do Karate, o gordo dos Karts e o gordo do trabalho. Um dia o gordo encheu. Fartou-se e entrou para o ginásio. Deixou de beber coca-cola, cortou relacoes com as amigas batatas fritas que tantas vezes lhe enxugaram as lágrimas. Perdeu toda a alegria juntamente com uns muitos kg. E como nunca fora feio, ficou todo giro, como as meninas costumam dizer. Deixou de ser gordo, mas nunca teve um nome. Passou a ser o Giro-que-antes-era-gordo da escola, depois o Giro-que-antes-era-gordo do Karate, dos Karts, do trabalho e agora é também o Giro-que-antes-era-gordo do ginásio.

3 Comments:

At domingo, 29 janeiro, 2006, Anonymous Anónimo said...

Ahahahahaha. beijos linda. miguel v.

 
At segunda-feira, 30 janeiro, 2006, Blogger Mak, o Mau said...

Vai daí, passou a ser o gajo do American Psycho...

 
At sexta-feira, 03 fevereiro, 2006, Blogger JM said...

há um anúncio da associaç\ao portuguesa de cardiologia em q vemos um puto a bater a porta de um amigo...

Quem é?
É o Pedro...
Pedro? Qual Pedro?
...O gordo.
Ah!
bzzzzzt. (som da porta do predio a abrir)

 

Enviar um comentário

<< Home