1.09.2006

O meu tio-avo que era pintor morreu

Fizeram-lhe um funeral em grande, mas eu não fui. Não o queria ver nem pintado.

6 Comments:

At segunda-feira, 09 janeiro, 2006, Blogger lex said...

Eu tenho um tio que é ourives e pelo qual nutro uma profunda estima. Começou a trabalhar bem cedo, por volta dos 8 anos e meia hora. Fez de tudo um pouco. Foram tempos difíceis. Até que descobriu a sua vocação qd começou a vender a prata da casa. Mais tarde montou o seu negócio. Anéis. Dado que durante muitos anos vendeu os seus artigos de porta em porta, sempre que as senhoras suas clientes reparavam na sua prolongada ausência, logo se interrogavam: (isso mesmo). Mais tarde, alargou o seu negócio aos fios e aos relógios e abriu uma loja na rua do ouro. Hoje, ironicamente, tem a ourivesaria por um fio. Dizem! Eu não acredito! É impossível o meu tio falir. Como é q isso pode acontecer a alguém que tem um coração que vale ouro? Ele já me confessou que está a chegar a sua hora. E quando essa hora chegar, lá estarei, tão preciso como um relógio que me ofereceu.

 
At segunda-feira, 09 janeiro, 2006, Blogger Zofia said...

Ehehehe... tao giro...

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger Mak, o Mau said...

Tenho a certeza que onde está, vai estar a sorrir cá para cima.

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger Mak, o Mau said...

Mas vamos dar o assunto por enterrado...




PS - Não resisti.

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger Caroço said...

LOL

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger Zofia said...

Ahahahahaha...

 

Enviar um comentário

<< Home