1.09.2006

Dizem que quem ama sente ciúme

Ciúme. Suspeita. Conjectura. Dúvida. Incerteza. Atreladas estão estas palavras a uma outra: Dor. O ciúme é enfermidade. Um vício. Uma perturbação. Uma fraqueza. Uma indisposição. Ciúme, o monstro de olhos vermelhos que ridiculariza o sentimento do qual se alimenta: o amor. Gasta-o. Desgasta-o. Um monstro que avoluma as coisas pequenas, distorce os significados dos pequenos sinais e torna suspeitas em verdades. Falsas. Arruína o que se vive, o que nos faz sentir. E deixa-nos vazios. Deixa-nos pequenos. Ridículos. O ciúme é um amor vazio. Há uns anos, fiz algumas coisas por ciúme. Nunca fui doente, mas o monstro nascia dentro de mim. Sem fundamento. Mas o ciumento não precisa de motivo algum para ter ciúme. É ciumento porque o é. Agora depois de ter destruído o monstro, vejo tudo como é, e agora que sei amar, sei viver.

8 Comments:

At segunda-feira, 09 janeiro, 2006, Blogger Luisa Santos said...

Dor. Ciúme é dor. E para quê? Amar sem confiar. Amar sem ver. Amar sem escutar. Não é Amar. É magoar e ser magoado(a). "O monstro de olhos vermelhos" é a melhor definição que alguma vez poderia esperar ler do ciúme. Dizem que quem tem ciúmes é porque ama. Não concordo. Quem tem ciúmes, sofre. É inseguro. É triste. É um sofrimento estúpido, alterado que corrói tanto quem o tem como quem o sofre. Tal como o Amor, é difícil de explicar. Difícil de entender. Pior de sentir.

 
At segunda-feira, 09 janeiro, 2006, Blogger Zofia said...

Beijinho amiga. ;)

 
At segunda-feira, 09 janeiro, 2006, Anonymous Frederico said...

Amor é subir...ciúme é descer!

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger Mak, o Mau said...

O único monstro de olhos vermelhos é o meu Tio Ernesto, particularmente qd bebe...aí até o seu hálito é monstro.

Qt ao ciúme é como um tempero exótico. Pode-se viver mt bem sem ele, há quem o aprecie em doses moderadas, mas em excesso estraga qq "prato".

Estou um mestre de culinária....(espaço para o resto da letra do Quim Barreiros)

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger lex said...

O ciúme é um cume com um i solitáro.

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger lex said...

Pensei em emendar. Mas vou deixar mesmo assim. :)

 
At terça-feira, 10 janeiro, 2006, Blogger Zofia said...

Bem vsto. ;)

 
At segunda-feira, 16 janeiro, 2006, Anonymous joao bad said...

pois ciúme......
palavra má de que todos falam,mas sera que sem ele em doses pequenas,as relações muitas vezes se perdem?

 

Enviar um comentário

<< Home