5.30.2011

Os bons Pais

Os bons Pais são aqueles que te amam antes mesmo de nasceres. São os que te vão procurar quando não consegues encontrar o caminho para casa. São os que não conseguem dormir quando estás triste ou doente. Os que se preocupam quando não comes legumes suficientes. Ou quando não arranjas emprego. São os que te dão conselhos quando a namorada te deixa. Mas são também aqueles que te tiram os óculos se usas daqueles cor-de-rosa. Os bons Pais são aqueles que acordam à noite para te darem água. São aqueles que te perguntam se estás bem e preocupam-se em ouvir a resposta. São os que te dão dinheiro para comprar cromos estúpidos para encheres cadernetas estúpidas. E aqueles que não te dão dinheiro se sabem que vais o gastar todo em guloseimas. São aqueles que viram os dias e as noites a trabalhar para que não te falte nada. São aqueles que fazem sacrifícios com um sorriso para que nunca percebas que é um sacrifício. Até porque eles não o sentem como tal. Os bons Pais são aqueles que dormem na sala anos e anos para que os filhos tenham finalmente um quarto. São os que voltam a dormir na sala para que te sintas bem recebido. São os que te apoiam mesmo quando a tua decisão é ir para longe deles. Porque só pensam no que é melhor para ti. Os bons Pais são aqueles que perdem a liberdade demasiado cedo mas nunca culpam os filhos disso. Os bons Pais são aqueles que se orgulham de ti quando tens bons resultados na escola e quando não tens bons resultados na escola. São aqueles que te perdoam mesmo quando és injusto e egoísta. Mas os bons Pais são também aqueles que mais sofrem. Em silêncio.

1 Comments:

At quinta-feira, 30 junho, 2011, Blogger mole said...

E nós seremos bons Pais porque vivemos os 80's e temos uma magia que brota de nós que ninguém consegue explicar, um encanto de vida que remonta a uma fábula encantada, numa floresta mágica algures, num canto redondo da nossa mente inocente de outrora. E seremos bons Pais porque tivemos bons Pais e porque, no fim de contas, fomos abençoados por ser bons Filhos. Porque não há filhos sem Pais, e os Pais sem filhos sentem como nós. Porque seremos bons Pais. Porque já somos bons Pais. Olá Mãe. Orgulha-te de ti. Porque o sofrimento deles é o teu pensamento. E o seu silêncio é o teu orgulho, que os teus filhos terão em ti. Porque eles já existem dentro de ti.
Só precisam de existir fora. Porque só assim nascem os bons Pais...

 

Enviar um comentário

<< Home