7.06.2007

Herói sem medo

O teu silêncio faz eco.

9 Comments:

At segunda-feira, 09 julho, 2007, Blogger Gemini1st said...

Fico a olhar para o que escreves...
Apesar de por vezes não parecer fazer sentido, são palavras que nos prendem e nos obrigam a olhar uma vez mais para a frase. E então... torna-se óbvio. É simples porque é simples, e é verdade porque sim.

 
At quarta-feira, 11 julho, 2007, Blogger Erika Cotrim said...

E o eco do silêncio por vezes dói na alma.


Comentários sem noção.E daí?achei seu blog e gostei.

 
At quinta-feira, 12 julho, 2007, Blogger Catarina Morgado said...

O silêncio é de ouro debroado a metal afiado e magoa...

Obrigada pela visita e aproveito para te dizer que mais vezes irei passar por aqui!

 
At quinta-feira, 12 julho, 2007, Anonymous RSC said...

Ainda a propósito do famigerado poema das pedras no caminho e de uma "argolada" da Laurinda Alves, aqui fica o que Francisco José Viegas tem a dizer sobre o assunto:

"Qualquer 'leitor mediano' da obra de Pessoa ou dos seus heterónimos se dá conta da mistificação e da falsificação. Fernando Pessoa não diz semelhantes patetices."

(in Provedor do leitor do PÚBLICO)

 
At quinta-feira, 12 julho, 2007, Anonymous Anónimo said...

Tudo tem a sua utilidade.
Sem heróis, nunca iríamos saber o que são anti-heróis.
Sem o medo, nunca iríamos saber o que é perder.

 
At sexta-feira, 13 julho, 2007, Blogger Sandro said...

e um eco tal, que por vezes sangra-me os ouvidos...

 
At domingo, 15 julho, 2007, Anonymous snark said...

confesso q inicialmente tb fiquei maranhado :)
li a primeira vaga de 3 comentarios e conclui q as mulheres têm mais facilidade neste tipo de situação.
li a segunda vaga e conclui q ha excepções.
mas a verdade é q só nos preocupamos com os q ficam privados de ouvir e esquecemos aqueles q ficam privados de falar.
esperemos para ver o q nos reserva a terceira vaga

 
At segunda-feira, 16 julho, 2007, Anonymous snark said...

:))) a terceira vaga sou só eu?

 
At segunda-feira, 30 julho, 2007, Blogger bruno cunha said...

isso não é 1 poema, é 1 headline...
mas eu gostei...
;)

 

Enviar um comentário

<< Home